contactos Newsletter, subscrição ARQUIVOS Comentários, ver
Segunda-feira, 1 de Agosto de 2011

O aproveitamento das Águas das Etars

Em 15 de Abril de 2009 a então Tertúlia dos Cafetantes organizou um debate com o tema do título, convidado o Dr. Manuel Costa que defendeu o aproveitamento das águas das ETARs, que no caso da Ria Formosa teria como vantagens as ambientais não descarregando os efluentes na água da Ria com os prejuízos económicos na qualidade do marisco, com o seu desvio das águas para a rega na agricultura a economia dos custos na sua obtenção com o adicional de já ter incorporado os três principais nutrientes para a agricultura, o azoto, o fósforo e o potássio.

 Em entrevista ao jornal Público do passado dia, em versão impressa, Manuel Costa dá a conhecer o projecto que desenvolveu para o aproveitamento das águas da  ETAR de Salir.

 O entrevistado de vasto currículo académico, é também associado do SO! onde é membro da Assembleia Geral.

 Nota: A entrevista foi convertida para Word por OCR, pelo que poderão haver imprecisões no texto que publicamos

 

Agrónomo aposta na rega com água de ETAR para substituir adubos químicos

Programa Nacional de Uso Eficiente da Água, lançado em 2001, vai ser aplicado num pomar de alfarrobeiras no barrocal algarvio. Desta vez os promotores não são estrangeiros

reportagem de Idálio Viegas


desloque o cursor para mover o texto

A alfarrobeira deixou de ser vista como a "arvore das patacas" para o agricultor, mas ainda domina a paisagem algarvia. A cultura tradicional faz-se de sequeiro, mas existe agora a possibilidade de vir a ser regada com águas residuais tratadas. Além do aumento e da maior rapidez da produção, evita-se o despejo dos esgotos nos rios e ribeiras. No barrocal de Salir, concelho de Loulé, vai ser desenvolvido uni projecto experimental.

 

 

Manuel Costa, agrónomo, viu um colega dinamarquês a usar lamas provenientes de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) para fertilizar o terreno onde plantava relva. O acto, em si, não lhe pareceu nada estranho. O que lhe causou admiração foi quando viu a proveniência do produto, escrito nas embalagens -importado dos Estados Unidos da América. "Os deuses devem estar loucos", comentou. É que, em Portugal, diz, "mandamos as lamas para os aterros e não aproveitamos o seu potencial nutriente na agricultura". Com um doutoramento na área agro- ambiental, tenciona pôr em prática os conhecimentos para regar alfarrobeiras, com os efluentes, tratados, provenientes da ETAR de Salir - evitando que o esgoto vá parar à ribeira da Benémola, onde nasce o principal aquífero do Algarve.

Durante seis anos, o investigador andou a "pregar no deserto" para convencer as entidades oficiais da necessidade de usar os efluentes das ETAR na rega de pomares e hortaliças. "Tem sido uma luta inglória", desabafa. Só .-recentemente é que encontrou quem acreditasse que valeria a pena investir nesta área.

Luís Caliço, ex-atleta olímpico, agarrou na ideia. "Acho interessante, mais pelo valor ambiental do que pelo rendimento que espero tirar das alfarrobeiras", disse o antigo profissional de windsurf, que participou nos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988.0 preço de arroba de alfarrobas é 4,2 euros, quando em tempos passados já chegou aos dez euros.

O vice-presidente do Agrupamento de Alfarroba e Amêndoa do Algarve (Agrupa),

Horácio Piedade, comenta que em "menos de seis euros a arroba não paga a mão-de-obra na apanha". O representante dos produtores sublinha: "O fruto não fica na arvore porque são os proprietários que apanham e não fazem contas ao trabalho".

Investimento de 75 mil euros

A oportunidade de pôr em prática a investigação desenvolvida na Universidade do Algarve surge num terreno de 16 hectares, situado junto à ETAR de Salir. Em vez dos efluentes serem lançados na ribeira, serão reutilizados na rega de duas mil árvores. A propriedade, situada numa encosta, pedregosa, está coberta por velhas e caducas alfarrobeiras, deixadas ao abandono, sobrevivendo em disputa com os carrascos e outras espécies autóctones, onde se escondem os coelhos. Dentro de três a quatro anos, prevê o agrónomo, "teremos árvores, verdinhas como laranjeiras, carregadas de fruto".

Luís Caliço, profissionalmente ligado à área de compra e venda de propriedades, vê nesta intervenção agro-ambiental a concretização de um sonho familiar. "O meu pai já tinha um projecto para recuperar as alfarrobeiras, mas não passou do papel". Manuel Costa, que também fez um mestrado em Biologia na Noruega, sublinha: "Esta agua [efluentes] contém o alimento perfeito para as árvores, azoto e fósforo". E não há perigo de contaminação do solo? "Não, porque no Algarve não há fábricas e, por isso, a percentagem de metais pesados nos esgotos é residual."

O projecto, candidato a fundos comunitários, representa um investimento de 75 mil euros. "Se eu fosse americano, o financiamento estava garantido", diz Manuel Costa, recordando a cena que observou em Loulé, quando foi montado um relvado [entretanto, substituído por um passeio em pedra] em volta da estátua na rotunda principal da cidade. "Quando vi o meu colega Ijahn Jansen usar lamas importadas dos EUA, ainda olhei duas vezes para ver se tinham sido enriquecidas, mas não, eram mesmo lamas de ETAR". Em Portugal, acrescenta, "mandamos as lamas para aterro e compramos azoto, fósforo e potássio, produzidos pelas fábricas", A aplicação de lamas e efluentes tratados na rega, desde que devidamente controlada, \ enfatiza, "dispensa a aplicação de i adubos". Mas, lamenta: "Nós temos l a tendência para não usar o que é  fácil e barato".

O dirigente da associação ambientalista Almargem, Luís Brás, destaca a "velha batalha" que tem travado para que os campos de golfe passem a ser regados a partir dos efluentes tratados das ETAR. Dos 41 campos de golfe existentes na região, sublinha, apenas o campo dos Salgados (Albufeira) cumpre uma norma que jã existe na legislação, mas não é aplicada. A declaração de impacto ambiental dos projectos aprovados depois de 2004, nota, "exige a reutilização das águas residuais na rega, concedendo um período de transição para se adaptarem".

No entanto, uma vez que é mais barata, a agua proveniente dos furos ou dos perímetros de rega (barragens) acaba por ser a principal fonte de abastecimento. A empresa Águas do Algarve, há cinco anos, anunciou a intenção de avançar com um investimento nesta área, mas, aparentemente, por falta de interesse dos potenciais consumidores, o projecto ficou parado.

Luís Caliço prevê que as alfarrobeiras regadas "ainda possam vir a ser uma boa cultura". Portugal ocupa o terceiro lugar na produção a nível mundial (40 mil toneladas), atingindo um volume de negócios de 32 milhões de euros. O principal produtor é Marrocos, com 100 mil toneladas, Espanha vem a seguir, com 7O mil toneladas.

desloque o cursor para mover o texto 

para pesquisar por temas: , ,
publicado por SO! às 17:06
ligação para este post | deixe o seu comentário
|
opiniões/sugestões/críticas e etc.:
De Anónimo a 1 de Agosto de 2011 às 17:38
o gajo da fotografia tem mesmo aspeto de caceteiro


De ai sim a 1 de Agosto de 2011 às 22:35
Com um cacete merecias tu nos cornos.


De sim sim a 3 de Agosto de 2011 às 17:06
O gajo da fotografia  é   bem mais inteligente do que tu minha abécula.que como não tens como rebater a verdade, vens com provocações.


De È de bolo e queima a 6 de Outubro de 2011 às 12:32
Grande Manel, só mesmo tu para tentar trazer evolução ao centro da filosofia da alfarroba. Decerto que é aí que vais estragar tudo. Imagina que dá resultado e que o concelho vai mesmo evoluir e logo á custa da alfarroba. Claro que o concelho nunca mais será o mesmo e tanta evolução até vai parecer mal, pois como é por baixo que se nivela, o facto de começarmos a evoluir pelo esgoto, faz sentido. Bem hajas Manel. É desta que pomos Loulé no mapa.
 


De Anónimo a 16 de Novembro de 2012 às 10:28
Não é verdade que se impeça o uso de lamas e águas residuais na agricultura, desde que licenciadas podem e são utilizadas.
De referir que além dos metais pesados, que por norma apresentam valores baixos nas nossas lamas de ETAR, podem surgir outros problemas que importa acautelas no sentido de evitar reclamações e problemas de saude. (maus cheiros, moscas, microorganismos patogénicos etc.).
Armindo Rosa


Comentar o artigo

Para ler outros posts vá aos ARQUIVOS

SO!  Movimento de Cidadania Activa

 

Destaques

pode fazer parar o texto pondo o ponteiro em cima

  • --- O Ministério das Finanças pelo GABINETE DO SECRETÁRIO DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA deu a conhecer o Plano de Redução e Melhoria da Administração Central do Estado (PREMAC) Onde apresenta as entidades a extinguir, a fundir e a criar

    Ler mais +++

  • --- Site com despesas do Estado e interesses dos políticos estará disponível até dezembro. O vice-presidente da associação Transparência e Integridade (TIAC), Paulo Morais, revelou hoje que até dezembro estará disponível um portal na Internet com toda a informação pública relativa a despesas do Estado e interesses dos políticos. Ver mais +++
  • --- Dinheiros públicos vão pagar multas dos dirigentes partidários. Os dinheiros públicos vão servir para pagar as multas aplicadas aos dirigentes partidários. A nova Lei de Financiamento Partidário descreve as multas como despesas dos partidos subsidiadas pelo Estado.

    Ver mais +++

  • --- O Bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, considera que a ministra da Justiça está a propor aos cidadãos que façam «justiça pelas próprias mãos» ao tentar fazer a «limpeza dos tribunais» sugerida pela troika.

    Ver mais +++

  • estivemos
    StatCounter - Free Web Tracker and Counter
    estamos
    online ..
    para pesquisar neste blog
    Loading

    Petições online

    + Petição, Defesa da Ria Formosa

    + Petição, Combate à Corrupção através da consciencialização, informação, formação e educação

    Índices com mais petições:

    + Petição Pública Online

    + pnet petições

    Causas de âmbito internacional:

    + Avvaz.org ligação

    Somos Olhão!

    a associação

    - estatutos

    - para se associar

    - as nossas contas

    - quem somos

    - contactos

    - para receber as Newsletters

    Câmara Municipal de Olhão, site

    ► Portal do Cidadão – a Minha Rua

    ► CADA – Comissão de Acesso aos Documentos
    Administrativos, site

    ► IGAL – Inspecção Geral da Administração Local.
    Queixa electrónica

    ► PGR – DCIAP - DEPARTAMENTO
    CENTRAL DE INVESTIGAÇÃO E ACÇÃO PENAL. Corrupção, denuncie aqui . . .

    ► Assembleia da República – Comissão de de Assuntos Constitucionais, Direitos,
    Liberdades e Garantias, site

    .+++para pesquisar por temas

    .+++ ambiente

    .+++ ambiolhão

    .+++ associação so!

    .+++ briefing tiac/ inteli

    .+++ corrupção

    .+++ direito à informação

    .+++ divulgação

    .+++ empresas municipais

    .+++ fesnima

    .+++ infolhão

    .+++ iniciativas de cidadania

    .+++ pdm

    .+++ petições

    .+++ polis r. fomosa

    .+++ proc. r. marina hotel

    .+++ transparência

    .+++ todas as tags

    Quem também se bate pela Transparência,
    contra a Corrupção e outros valores de Cidadania

    TIAC – Transparência e Integridade, Associação Cívica, site

    Movimento Anti-corrupção, facebook,
    blog

    Outros Movimentos Cívicos

    Contra a Impunidade em Portugal, facebook

    Rede de Movimentos Cívicos de Cidade, facebook

    .+++os últimos comentários

    Não é verdade que se impeça o uso de lamas e água...
    Vi este post http://olhaolivre.blogspot.com/2012/0...
    Adorei i blog, estão de parabens pelo esforço e de...
    nice mt thnx!! disfrutei ler aquela publicação fic...
    Boa noite.Sendo este um dos blogs q mais divulga a...
    Na Câmara Municipal de Olhão existem funcionários ...
    No caso da Cova da Beira não é só o papel do José ...
    Meu caro,O problema é que ninguêm vai mexer nos l...
    mano anónimo tás desculpado mas não estou totalmen...
    Peço desculpa em vez de Quelfes, é a freguesia de ...
    Pois,Anda tudo muito calado em Olhão, mas já é pel...
    Grande Manel, só mesmo tu para tentar trazer evolu...
    E.M. - Empresas Municipalizadas, em Portugal ...
    António Barreto criticou ontem falta de transparên...
    dia 28 a reunião da Câmara é pública
    Não é dizer que A ou B é corrupto não é disso que ...
    Se vocês têem provas que o presidente da CMO é cor...
    Este cacique tem este comportamento porque não tem...
    Quando abrem os tribunais ?

    .+++para pesquisar por temas

    .+++ ambiente

    .+++ ambiolhão

    .+++ associação so!

    .+++ briefing tiac/ inteli

    .+++ corrupção

    .+++ direito à informação

    .+++ divulgação

    .+++ empresas municipais

    .+++ fesnima

    .+++ infolhão

    .+++ iniciativas de cidadania

    .+++ pdm

    .+++ petições

    .+++ polis r. fomosa

    .+++ proc. r. marina hotel

    .+++ transparência

    .+++ todas as tags

    .+++os últimos comentários

    Não é verdade que se impeça o uso de lamas e água...
    Vi este post http://olhaolivre.blogspot.com/2012/0...
    Adorei i blog, estão de parabens pelo esforço e de...
    nice mt thnx!! disfrutei ler aquela publicação fic...
    Boa noite.Sendo este um dos blogs q mais divulga a...
    Na Câmara Municipal de Olhão existem funcionários ...
    No caso da Cova da Beira não é só o papel do José ...
    Meu caro,O problema é que ninguêm vai mexer nos l...
    mano anónimo tás desculpado mas não estou totalmen...
    Peço desculpa em vez de Quelfes, é a freguesia de ...
    Pois,Anda tudo muito calado em Olhão, mas já é pel...
    Grande Manel, só mesmo tu para tentar trazer evolu...
    E.M. - Empresas Municipalizadas, em Portugal ...
    António Barreto criticou ontem falta de transparên...
    dia 28 a reunião da Câmara é pública
    Não é dizer que A ou B é corrupto não é disso que ...
    Se vocês têem provas que o presidente da CMO é cor...
    Este cacique tem este comportamento porque não tem...
    Quando abrem os tribunais ?

    .+++subscrever feeds